Moda Agênero

Como o futuro da moda esta caminhando para uma liberdade e fluidez de gênero

Harry Styles Vogue US

Recentemente vimos o crescimento e destaque do termo “moda sem gênero”, principalmente em personalidades masculinas. Como isso se traduz no dia-a-dia e como artistas e influencers estão capacitando o futuro da moda para seguir os passos de uma liberdade e fluidez na hora de se vestir, independente do seu gênero?

Até pouco tempo atrás a indústria da moda tinha um DNA bem definido entre roupas masculinas e femininas, o que deixava uma carência muito grande para o público LGBTQA+ e para a identidade de estilo no geral. Finalmente o mundo da moda está olhando mais para as diversidades de gêneros e marcas estão entrando no mercado já com o propósito da moda sem gênero— que não traduz gênero nenhum.  O futuro da moda prevê uma liberdade na qual as pessoas possam explorar a si mesmas no vestuário feminino, masculino na androginia e no meio-termo.

Enquanto as mulheres lutam e seguem para um estilo poderoso e utilitário, os homens sentem uma necessidade de explorar sua feminilidade e vulnerabilidade, lembrando que isso independe da orientação sexual, mas sim de uma identidade pessoal.

O que anda se destacando na mídia atualmente são homens cisgênero ( que se identificam com seu gênero biológico) testando seu estilo e transitando entre as regras, o que está dando a abertura para a discussão e rompimentos de barreiras. Essa questão existe em muitos setores e isso se aplica principalmente à indústria criativa e artística,  onde existem muitos integrantes que fortalecem a tendência.

Timothée Chalamet e Saoirse Ronan,Harry Styles, Gigi Hadid e Anwar Hadid

  1. Calça Jogger Iorane Animal Print Nude 42 e 44COMPRAR
  2. Calça Pantacourt Iorane Pregas Preto 42COMPRAR
  3. Calça Pantacourt Iorane Flare Marrom 40COMPRAR
  4. Bata Lilly Sarti Claire Stripes Off White 36 COMPRAR

A boyband Coreana mais famosa do mundo e indicada ao Grammy, BTS, vem quebrando não apenas a indústria da música Ocidental e Oriental, mas também as normas de gênero. Eles refletem sua fluidez de masculinidade e feminilidade optando por assumir todas as formas estéticas, sem perder força em sua música.

Outra personalidade muito em evidência é Harry Styles, ex-integrante da boyband One Direction. O cantor está transformando a indústria da moda e seu cenário ao estrelar a capa e uma matéria da revista Vogue com lindas combinações de vestido, saias e outros vários itens do guarda roupa feminino. Sua transformação de estilo não é de hoje, pois desde que se tornou embaixador da marca Gucci, Harry vem mostrando looks fora do padrão assinados por Alessandro Michele. Com sua popularidade, essa forma de expressar passa a ser vista como política, rompendo muitas barreiras.

Harry Styles

Enquanto Styles está sendo celebrado como um artista masculino que desafia as normas, ele não é o primeiro a fazê-lo. Prince, Kurt Cobain, Boy George e David Bowie desestabilizaram as normas da moda muito antes, entregando roupas andrógenas e extravagantes. Do outro lado mais atual tivemos Jared Leto, Kanye West, Jaden Smith e Pharrell Williams, que vestiram roupas femininas em eventos, tapete vermelho, shows e revistas.

Outros atores influentes ao público jovem como Jacob Elordi, Ezra Miller e Timothée Chalamet, também mostraram um estilo fluido com o uso de maquiagem e peças femininas, e mais recentemente Romeo Beckham, segundo filho de David e Victoria Beckham, fez sua estréia como capa da Vogue Masculina Italiana, mostrando uma identidade de estilo não binária.

Harry Styles, Timothée Chalamet, BTS e Jaden Smith

  1. Body NTX LVL Manga Puff Branco 40COMPRAR
  2. Calça Reta Iorane Alfaiataria Azul 42COMPRAR
  3. Bata Lilly Sarti Ruffle Agnes Rosa 36 e 38COMPRAR
  4. Blusa Cropped Frente Única Iorane Drapeada Rosa 36COMPRAR

Recentemente, o ator e ativista Elliot Page, que estreou Juno e Umbrella Academy, comunicou publicamente, que é transgênero e imediatamente a notícia se tornou um dos assuntos mais comentados no dia. Com certeza, ele colocou nas capas das revistas um tema que ainda é tabu na sociedade e com certeza se tornará um ícone de estilo agênero.

O desfile masculino de inverno 2020 da Gucci, em Milão, chamou atenção com uma t-shirt branca estampada com um mix de duas palavras sobrepostas: “impotência” e “impaciência”. Na passarela, Michele falou sobre rejeitar a “masculinidade tóxica” e alavancar a beleza sem gênero, convidando a ressignificar as características da masculinidade por meio das roupas. No Brasil temos muitas marcas que aderiram ao movimento e incorporaram esse DNA, tais como Gloria Coelho, Uma, Alexandre Herchcovich e Relow.

The Row e Uma

  1. Vestido Midi Iorane Tricô Nude 38 e 42COMPRAR
  2. Vestido Feminino Tricot UMA Roberta Preto 38, 40 e 42COMPRAR
  3. Blazer Moderno UMA Bar Preto 36COMPRAR
  4. Regata Lilly Sarti Lumiere Preto 36COMPRAR

Uma vez que a sociedade começa a ver as pessoas apenas como indivíduos, não como rótulos, estaremos nos movendo na direção certa. De qualquer forma, a mudança é bem vinda e nós da Modear repudiamos todo e qualquer ato de discriminação, e através da moda queremos dar visibilidade e segurança para todas as pessoas que usam a roupa como elemento de expressão e inclusão.

Fontes:

https://www.vogue.it/moda/article/romeo-beckham-cover-luomo-vogue#intcid=_vogue-it_59dfa522-9a1d-4187-99e4-ac232da6361b_popular4-1

https://www.vogue.co.uk/arts-and-lifestyle/article/timothee-chalamet-for-new-era-masculinity

https://www.insider.com/harry-styles-gender-fluid-fashion-style-clothing-vogue-interview-2020-11

louaneb

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s