A Nova Era da Diversidade na Moda

Vamos ver como a indústria está se comprometendo com essa evolução?

Nos últimos anos, a inclusão se tornou uma palavra obrigatória no mundo da moda e do luxo. Sob a pressão de uma geração para a qual a conscientização é fundamental e que espera que as marcas sejam socialmente responsáveis e representem a humanidade em toda a sua diversidade, o setor está mexendo em seus próprios códigos e construindo novas narrativas e posicionamentos.

Ao longo dos anos, muitos designers tomaram uma posição sobre questões sociais e políticas, como sustentabilidade, mudança climática, racismo e direitos LGBTQIA + . Com o alcance da internet, a mídia social deu aos consumidores muito mais informação e, principalmente, uma voz e um canal direto para se comunicar com as empresas. Nos últimos anos, os modelos de etnias, idades, gêneros e tamanhos diversos tornaram-se mais numerosos nas passarelas e cada vez mais procurados por marcas. Esta evolução marca o início de uma jornada para a aceitação da diversidade humana no sentido mais amplo, tanto na aparência quanto na identidade. Vamos ver como a moda está se comprometendo com essa evolução?

Rihanna – Fenty x Savage

Em 2016, a cantora Rihanna foi uma das grandes precursoras do movimento, quando quase sozinha, com sua marca Fenty, criou uma linha de maquiagem para todos os tipos e cores de pele, disponibilizando mais de 50 tons de base e uma linha de lingerie (Fenty x Savage) para todos os tipos de corpos, com uma variedade enorme de mulheres posando e caminhando com as peças em shows ao vivo. 

Victoria’s Secret

 Uma grande prova de que os consumidores realmente mudaram é a quase falência de umas das marcas de lingerie mais famosas do mundo. Enquanto o desfile de lingerie da Fenty ganhava as mídias, o desfile antes tão esperado da Victoria ‘s Secret não aconteceu no ano passado. O conceito das “angels” perfeitas e altamente padronizadas estava muito ultrapassado e desconectado da realidade. Além disso, as posições de executivos da marca que se negavam a acompanhar as mudanças, só contribuíram para o público se desligar da utopia e migrar para marcas mais representativas.

 A empresa em um último esforço para se reerguer está passando por uma grande reformulação e além de anunciar Martin Waters como novo CEO, a empresa criou o “VS Collective”, uma nova “parceria” que contará com porta-vozes incluindo a estrela do futebol Megan Rapinoe, a modelo trans Valentina Sampaio, a esquiadora olímpica Eileen Gu, e a atriz Priyanka Chopra Jonas. As Angels com asas e lingeries brilhantes serão trocadas por um coletivo descrito como “um grupo cada vez maior de mulheres talentosas que compartilham uma paixão comum para impulsionar mudanças positivas.” Martin também declarou: “Por meio de relações sociais, culturais e comerciais, o VS Collective trabalhará para criar novos programas de associados, coleções de produtos revolucionários, conteúdo atraente e inspirador e reunir apoio para causas importantes para as mulheres.”

A marca também está expandindo sua gama de produtos para incluir mais roupas esportivas e funcionais, como sutiãs de amamentação. Os tamanhos e até os manequins de loja virão em uma variedade maior de formas, além de haver especulação de trazer de volta o desfile anual Victoria ‘s Secret Fashion Show de uma forma muito diferente.

  1. Top Cropped NXT LVL Tricô Jacquard Rosa e VermelhoCOMPRAR
  2. Body Frente Única Iorane Disco Azul MarinhoCOMPRAR
  3. Top Cropped Iorane Rib Cinza MesclaCOMPRAR
  4. Body Feminino NXT LVL Preto RaioCOMPRAR

Bottega Veneta

A grife tem sido bem disruptiva e inovadora não só em estratégia, como quando optou por sair de todas as redes sociais, mas também nas suas escolhas de representatividade em suas campanhas. A grife além de incluir modelos com idades, biotipos e identidades super diversas, também lançou uma revista digital multi-sensorial que mostra uma narrativa desconstruída e inteligente.

Gucci

A Gucci é outra marca que há tempos se compromete com a causa. Além de campanhas inclusivas, a marca lançou vários projetos voltados ao assunto. A Gucci Changemakers é um plano de ação e de longo termo em relação à diversidade e inclusão e o Gucci Equilibrium é um portal no qual traz uma iniciativa que reduz o impacto ambiental ao mesmo tempo em que prioriza a individualidade, o respeito e a liberdade de se expressar.

  1. Saia Feminina Midi NXT LVL Raio AzulCOMPRAR
  2. Calça Feminina Cigarrete NXT LVL Estrelas NudeCOMPRAR
  3. Saia Feminina Curta NXT LVL Estrela NudeCOMPRAR
  4. Blusa Feminina Iorane Tricot gola alta BordeauxCOMPRAR

Versace

A Versace também vem dando apoio á diversidade e a comunidade LGBTQIA+ em suas coleções. O desfile Spring 2021 foi muito comentado não só pela coleção memorável inspirada no fundo do mar, mas também pela escalação de Precious Lee (que fez a abertura do desfile) e de outras várias modelos plus size. Essa iniciativa contrasta muito com o histórico da marca, o que enfatiza cada vez mais a tendência crescente.

Balenciaga

A marca sempre foi aberta a celebrar as diferenças com os vários desfiles e campanhas que incluíam todas as idades, gêneros e cores. Recentemente a grife se juntou a Ru Paul, a personalidade drag de maior sucesso do mundo, para  assinar uma linha de produtos unissex e também colaborar com uma playlist para o canal Apple Music da marca. 

  1. Saia Feminina Midi NXT LVL Cotelê RoxoCOMPRAR
  2. Body Feminino NXT LVL Decote Cruzado RoxoCOMPRAR
  3. Saia Feminina Midi Iorane Tweed PretoCOMPRAR
  4. Saia Feminina Midi Iorane Vinil PretoCOMPRAR

As marcas, afinal de contas, são feitas por pessoas e as mesmas devem consumir marcas com as quais se identificam. Podemos observar uma nova estética emergindo, que é inclusiva, quebra com a rigidez do passado e abraça pessoas na busca por igualdade. Com tantas mudanças caóticas no último ano, ao menos vemos uma onda de representatividade para nos dar esperança e perspectiva de um mercado mais diverso.

Fontes:

https://www.revistalofficiel.com.br/beleza/em-video-exclusivo-rihanna-conta-todos-os-detalhes-sobre-novidades-da-fenty-beauty

https://www.vogue.com/fashion-show

louaneb

Deixe uma resposta